Categoria Agricultura Inteligente

porRicardo Jorge

IoT o que fazer após a instalação?

Neste artigo sobre IoT o que fazer após a instalação?, serão abordados os tópicos básicos que devem ser avaliados por quem deseja ter bons resultados através da implementação de IoT.

Inúmeros são os artigos falando sobre a importância e os benefícios de IoT, mas pouco é comentado sobre o que deve ser feito após a implementação de uma solução IoT e principalmente o que deve ser preparado antes da implementação, para que tudo faça sentido e traga os resultados esperados.

IoT está relacionado com sensores e a obtenção dos dados sobre o ambiente onde estes sensores estão ou serão instalados.

De posse destes dados e com as metodologias e ferramentas adequadas, a tomada de decisão será facilitada, ampliada e melhorada.

Leia mais sobre a importância dos sensores, neste outro artigo IoT e os dados dos sensores e do CLP.

É claro que existem dispositivos IoT associados a atuadores, mas os dados são provenientes da quantidade e da qualidade dos sensores existentes em seu ambiente.

Quando falamos sobre metodologia, mesmo algo simples como 5W2H pode ser um excelente ponto de partida.

Não basta acreditar nas promessas que a tecnologia IoT trará para você ou para seu negócio.

Você precisa definir critérios para o antes e o pós implementação.

Você tomaria uma decisão importante, a partir de uma única informação?

Usando 5W2H, podemos definir alguns pontos básicos, como :

  • Who? (Quem?)
    • será o fornecedor e o responsável pela implementação
    • fará a operação deste sistema em minha empresa
  • What? (O quê?)
    • devo monitorar e automatizar em meu ambiente
  • Where? (Onde?)
    • no meu ambiente, devo iniciar a implementação de IoT
    • Você já tem CLPs e inversores que podem ser usados ?
  • When? (Quando?)
    • desejo ter os primeiros resultados desta implementação
  • Why? (Por que?)
    • preciso implementar IoT em meu ambiente
  • How? (Como?)
    • Serão implementados os sensores em meu ambiente
      • Posso utilizar os CLPs existentes
      • Devo instalar sensores “do zero”
    • Treinar minha Equipe e integrar com meu ERP
    • a implementação trará os resultados desejados
    • será feita a gestão de todo o ecossistema de IoT em meu ambiente
  • How Much?(Quanto?)
    • Qual será o ROI e o TCO desta implementação

Na lista acima, temos alguns pontos de partida para nosso estudo, mas estes pontos devem ser ajustados para cada necessidade específica.

time-money

Decisão deveria estar associada a informação!

Para ilustrar a importância dos sensores e, através de uma rápida pesquisa pela Internet, podemos ver que um veículo convencional tem entre 60 a 100 sensores.

Enquanto isso, uma aeronave conta com aproximadamente 50.000 sensores e coleta em média 2.5 terabytes de dados por dia.

Quando implementamos IoT, a coleta de dados será iniciada!

Sendo assim, o tratamento e a análise destes dados, precisam estar definidos desde o início da implementação, sob pena do processo ficar incompleto e não trazer os resultados esperados e possíveis de serem atingidos.

IoT tem total relação com o negócio e com a análise dos dados obtidos e não só com tecnologia, como muitas vezes é visto e divulgado !

Como podemos ver, é preciso estar preparado para coletar e salvar os dados provenientes das várias fontes ( sensores / CLP ), pois eles serão usados para nosso sistema de tomada de decisão.

Em uma fase posterior a coleta, estes dados serão tratados por algum processo de Big Data e serão usados para o controle dos atuadores do ambiente e, melhorando a gestão dos processos produtivos.

Posteriormente, os dados serão integrados com o ERP da empresa, para melhorar a tomada de decisão já no nível do negócio.

E você? Já definiu o que fazer, após a instalação de um sistema IoT em sua empresa?

Deixe seus comentários aqui em nosso Blog.


Artigos relacionados :

Séries históricas e IoT – conheça planeje e decida

IoT – segurança e integridade dos dados

IoT e os dados dos sensores e do CLP

Modbus e Profibus os protocolos da indústria

Como desenvolver vender e ter sucesso com IoT


Image by methodshop from Pixabay
Image by Peggy und Marco Lachmann-Anke from Pixabay
porRicardo Jorge

IoT na Agricultura 4.0 – A Tecnologia a Serviço do Campo

Neste artigo IoT na Agricultura 4.0 – A Tecnologia a Serviço do Campo faremos uma introdução a algumas possibilidades de uso desta tecnologia, quando aplicada na agricultura e no agronegócio.

Assim como na Indústria 4.0, o uso de dispositivos IoT e de outras tecnologias como Big Data, trazem inúmeros benefícios para os agricultores e melhorias na produtividade do campo.

Observação : algumas vezes encontramos os termos Agricultura 4.0 ou Agricultura Inteligente ( Smart Agriculture ), como sendo sinônimos em vários artigos que tratam do uso da tecnologia no campo.

IoT na Agricultura 4.0

O uso de sensores associados aos dispositivos IoT e de processos de automação controlados pelos dados coletados através destes sensores, beneficiam a agricultura em várias frentes.

Em um mundo onde necessitamos diminuir o desperdício, melhorar a produtividade e ainda fornecer alimento para mais habitantes, utilizar a tecnologia faz muito sentido.

Os benefícios da agricultura inteligente

  • Inúmeros dados, coletados por sensores como : condições climáticas, qualidade do solo, progresso do crescimento da cultura ou saúde do gado. Esses dados podem ser usados ​​para rastrear o estado do seu negócio em geral, bem como o desempenho da equipe, eficiência do equipamento, etc.
  • Melhor controle dos processos internos e, consequentemente, menores riscos de produção. A capacidade de prever a saída de sua produção permite que você planeje uma melhor distribuição do produto. Se você sabe exatamente quantas safras vai colher, pode ter certeza de que seu produto não ficará sem ser vendido.
  • Gestão de custos e redução de desperdícios graças ao maior controle sobre a produção. Sendo capaz de ver quaisquer anomalias no crescimento da cultura ou na saúde do gado, poderá mitigar os riscos de perder o seu rendimento.
  • Maior eficiência do seu negócio por meio da automação de processos. Ao usar dispositivos inteligentes, você pode automatizar vários processos em seu ciclo de produção, por exemplo, irrigação, fertilização ou controle de pragas.
  • Aumento na qualidade e na produção. Obtenha melhor controle sobre o processo de produção e mantenha padrões mais elevados de qualidade da colheita e capacidade de crescimento por meio da automação.

Como resultado, todos esses fatores podem levar a uma receita maior.

Casos de uso da tecnologia na agricultura

  • Monitoramento das condições climáticas
  • Automação da estufa
  • Gestão de safra
  • Monitoramento e gestão de gado
  • Agricultura de precisão
  • Drones agrícolas
  • Análise preditiva para agricultura inteligente
  • Sistemas de gerenciamento de fazendas de ponta a ponta

Referências :

Digital agriculture

IOT IN AGRICULTURE


Artigos relacionados :

IoT – coletores para todos os perfis de uso

IoT – como aplicar em sua casa?



Image by DJI-Agras from Pixabay